origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

Tudo começou em 1932 quando um humilde carpinteiro dinamarquês, de nome Ole Kirk Christiansen, começou a fabricar carrinhos de madeira artesanais para o seu filho brincar, acabando por se transformar numa empresa de brinquedos.

Em 1934 a sua empresa passou a chamar-se Lego, que teve origem nas palavras “legt” e “godt”, cujo significado é “brincar bem”.

Com o aparecimento do plástico, a Lego adaptou-se e começou a fazer brinquedos nesse novo material. Um desses primeiros brinquedos era um camião que se podia montar e desmontar.

Mas foi em 1947 que se deu o ponto de viragem na história da Lego. Nesse ano, Ole Kirk conseguiu umas amostras de uns tijolos de plástico que se encaixavam uns nos outros e que eram produzidos pela empresa inglesa Kiddicraft. Esses tijolos tinham sido criados e patenteados pelo britânico Hilary Harry Fischer Page e eram conhecidos como Kiddicraft Self-Locking Building Bricks.

Plágio ou não, a verdade é que no ano seguinte a Lego lançou para o mercado os Automatic Binding Bricks, que nada mais eram que a sua versão dos tijolos da Kiddicraft. A diferença era poderem ser presos uns aos outros de uma forma muito mais versátil, devido aos diversos “botões” na sua parte superior que encaixava na perfeição na parte inferior de qualquer outra peça da mesma gama.

Brinquedos de madeira e primeira peça plástica LEGO

Apesar da novidade o sucesso não foi o esperado e só em 1954, quando o seu filho, Godtfred Kirk Christiansen, assumiu o posto de director da Lego Group Júnior é que o sucesso começou a surgir.

Quando participava numa feira de brinquedos, Godtfred Kirk, ouviu com extrema atenção a frustração de um potencial comprador estrangeiro acerca da inexistência de um tipo de brinquedo que funcionasse como um “sistema” e assim pudesse ser usado simultaneamente por diversas faixas etárias.

Reflectindo sobre o que havia ouvido, Godtfred concluiu que o que mais se adequava às pretensões do mercado eram os seus “tijolos” mas concluiu também que eles precisavam de ser alterados de forma a se tornarem mais agradáveis e divertidos de usar.

Assim, em 1955 foi lançado no mercado o LEGO System Play com as peças reformuladas e muito melhoradas, aumentando imenso a versatilidade da sua utilização. Este sistema, que se pode considerar como a primeira versão moderna dos Legos, foi patenteada em Janeiro de 1958.

Hoje, o grupo Lego evoluiu ainda mais. Já são concebidos e fabricados milhares de conjuntos temáticos que garantem diversão e prazer a todos. Temas notáveis incluem os dinossauros, castelos e robôs. Além disso, muitos clientes também gostam de temas de mergulho e piratas. A empresa também lançou uma série de edições especiais como a Indiana Jones, Harry Potter e SpongeBob SquarePants, além de Speed Racer, Batman e Star Wars.

O sucesso global da Lego levou a que esteja presente em mais de cento e quarenta países, empregando mais de dez mil pessoas. A sua popularidade passa de pais para filhos e continua a ser um brinquedo recomendado por educadores e terapeutas em todas as áreas do ensino de aprendizagem.

CURIOSIDADES:

– Existem 2.400 formatos diferentes de tijolos Lego.

– Mais de 400 milhões de crianças já brincaram com produtos Lego.

– Existem 62 peças de Lego para cada um dos 6 biliões de habitantes da Terra.

– São fabricados por ano 306 milhões de pneus para os carros e tractores Lego.

– Os tijolos são tão versáteis que a Lego calcula que com apenas 6 tijolos de 2 x 4 pode-se obter 915.103.765 combinações diferentes.

– A Lego produz 19 biliões de componentes por ano, ou seja 2,16 milhões por hora, ou 36.000 unidades por minuto.

– Os tijolos Lego estão disponíveis em 53 cores diferentes.

– Já foram produzidos 400 biliões de tijolos Lego desde 1949.

– Os tijolos Lego vendidos durante um ano chegavam para dar a volta ao planeta 5 vezes e 40 bilhões de tijolos empilhados chegariam a lua.

– Os Legos são muito mais do que um brinquedo. As suas peças são usadas da pré-primária até a universidade e servem para ensinar de tudo, de matemática e ciências até princípios de engenharia e tecnologia.

– A série Star Wars é a linha mais bem sucedida de toda a história da Lego.