origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

O famoso creme Nivea foi o primeiro creme hidratante do mundo. Desde sempre foi associado à saúde e beleza da pele, principalmente pelo sector feminino da sociedade.

A origem da creme nívea inicia-se com uma descoberta feita pelo químico Isaac Lifschutz, que após décadas de intensa investigação, conseguiu criar o primeiro agente emoliente baseado na cera retirada da lã de ovelha (lanolina) e que permitia que o óleo e a água fossem misturados e permanecessem juntos. Até esta altura os produtos cosméticos eram feitos com base em gorduras vegetais e animais, o que provocava a sua rápida decomposição. Tendo noção que o que havia descoberto teria um enorme potencial a nível da cosmética, Lifschutz deu-lhe o nome de ”Eucerite” (cera da beleza).

Decorria o ano de 1911 o quando o Dr. Oskar Troplowitz, proprietário da farmácia Beiersdorf, situada na cidade de Hamburgo, Alemanha, decidiu juntar-se a Isaac Lifschutz e ao dermatologista Paul Gerson Unna, para os três criarem um creme hidratante com base no agente emoliente que Lifschutz havia inventado.

Após diversas tentativas chegaram à fórmula que consideraram ideal e que consistia em óleos, água, compostos de glicerina, ácido cítrico e essências de rosas e lírios. O resultado foi um creme sedoso e branco.

Foi comercializado no mercado baptizado como Nivea, proveniente do termo latino “niveum ut nivius” que significa “branco como a neve”. A imagem do produto apresentava-se com uma caixa metálica redonda e amarela com motivos florais em estilo art nouveau, lembrando a natureza. A frase publicitária do produto era “To preserve its beauty, its health and the freshness of its youth” (em português, “Para preservar a sua beleza, a sua saúde e a frescura da sua juventude”).

Embalagem Original Amarela de 1911

Com a Primeira Guerra Mundial os cosméticos tornaram-se artigos supérfluos e inflacionados tendo havido necessidade, no pós-guerra, de renovar a imagem da marca que passou, a partir de 1924, a ser azul com letras brancas tendo só singrado completamente no ano seguinte.

Em 1929 a empresa decidiu ampliar o leque dos seus produtos, passando a vender, para além do famoso creme, a brilhantina, o creme para barbear e depilar (1930), o shampô (1931), protector solar (1932) e a pasta de dentes (1933).

Em 1932 a empresa lançou os seus produtos na França realizando assim suas primeiras exportações.

Durante a Segunda Guerra Mundial a publicidade da marca conseguiu manter-se afastada da ideologia nazi mas após o final do conflito a marca NIVEA foi expropriada. Isto obrigou a empresa mãe, a Beiersdorf, a iniciar uma batalha de décadas para readquirir os direitos sobre a marca, um processo que só terminou em 1993.

Apesar disso, a Beiersdorf foi expandindo a sua linha de produtos ao longo do tempo, conseguindo que a marca Nivea seja actualmente reconhecida no mundo inteiro e mantendo-se como  sinónimo de qualidade, beleza e saúde.

Curiosidades:

– O tipo de letra da marca foi concebida por Achaz Prinz Reuss e consiste em 12 variações e uma versão para texto.

– A marca Nivea está avaliada em 3.11 biliões de dólares, ocupando a posição 96 no ranking das marcas mais valiosas do mundo.

– Os produtos NIVEA são comercializados em mais de 160 países ao redor do mundo.

– É vendido um produto Nivea algures no planeta, a cada segundo que passa.

– O tradicional creme Nivea é composto em 98% por elementos retirados da natureza.

One Response so far.

  1. Muito bom poder encontrar respostas bem explicadas para nossas curiosidades!!!