origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

Milwaukee é uma sossegada cidade no estado de Wisconsin, onde em 1901 dois amigos decidiram deslocar-se mais rápida e confortavelmente, sobretudo nas subidas. Para atingirem esse objectivo pensaram em aplicar um motor ao quadro das suas bicicletas. Esses dois jovens eram Arthur Davidson, de 2o anos, e William S. Harley de 21 anos. Sem saberem, durante os três anos seguintes iriam fazer nascer a marca de motos mais célebre de sempre.

O primeiro protótipo construído tinha, entre outras características, uma lata de conservas como carburador. Apesar de ter sido construído já com a ajuda de Walter Davidson, irmão de Arthur, os resultados foram medíocres. O motor era demasiado fraco para conseguir subir a mais pequena elevação sem a ajuda dos pedais.

Não desistindo, começaram de imediato a trabalhar num segundo protótipo, usando  desta vez um motor de 405 cm³, bem mais poderoso que o inicial. Nesta segunda versão receberam também a ajuda do inventor norueguês Ole Evinrude, cuja experiência em motores foi muito útil.

Na sua minúscula oficina de 8 metros quadrados situada no quintal da casa dos Davidson’s, entre avanços animadores e algumas desilusões, finalmente conseguiram obter a sua primeira criação, a lendária Silent Grey Fellow, com uma potência de 3 cavalos, válvula de admissão automática e transmissão com correia. Produziram 3 modelos em cinzento, a cor da marca. Estávamos em Setembro de 1904 e esta primeira versão seria vendida até 1912.

Harley-Davidson Silent Grey Fellow de 1905

O teste a esta primeira Harley foi feito quando participou numa corrida de motos no State Fair Park em Milwaukee, tendo ficado em quarto lugar. Este é o primeiro registo histórico documentado de uma Harley-Davidson.

Em 1905 foram vendidas três Harley através do primeiro revendedor oficial da marca, Carl H. Lang, de Chicago. Nesse ano foram construídas cerca de 12 Harley’s na mesma oficina do seu nascimento.

A primeira fábrica da Harley-Davidson nasceu em 1906. Tinha 216 metros quadrados e permitiu uma produção de 50 motos nesse ano.

O ano seguinte foi um excelente ano para a empresa. Harley terminou a faculdade como engenheiro mecânico, a fabrica expandiu-se e a polícia americana tomou a decisão de se equipar com motos Harley-Davidson, lançando definitivamente a marca. Foi também neste ano que uma importante inovação técnica surgiu: o primeiro modelo com motor a 45º V Twin com 880cc, com 7 cavalos de potência e atingia os 100km/h, algo sensacional para a época. Apesar disso poucos modelos V Twin foram produzidos até 1910.

Em 1911 um motor V Twin melhorado deu o empurrão necessário para que as vendas subissem e levou a que a Harley-Davidson dominasse as corridas de motos até 1914, ano em que já eram produzidas mais de 14 mil motos Harley por ano.

Apesar de ainda estar longe do mito em que haveria de tornar, o caminho para lá chegar já estava a ser percorrido.

Actualmente a Harley-Davidson é reconhecida em todo o mundo como a marca mais mítica relacionada com motos.

Curiosidades:

– A Harley-Davidson é uma moto para quem quer força mas não exige altas velocidades. A velocidade máxima ronda os 180km/h, porém o ideal é conduzi-la a um ritmo bem mais lento, como que a saborear a viagem.

– As motos da Harley-Davidson são usadas em vários filmes e vídeos de músicas, pois resumem com precisão o sentido da liberdade e da subversão.

One Response so far.

  1. kiko diz:

    Simplesmente a história mais perfeita entre as vidas dos motociclistas de alma. Amantes por motos Harley sabe o prazer que é andar em uma Harley e ainda mais que são feitas com orgulh. Como se todas fabricadas ainda estivesse presente os verdeiros Harley-Davidson