origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

O néon é um gás que se encontra em todo o universo. Os núcleos das estrelas onde se verificam reacções termonucleares entre oxigénio e carbono podem provocar a produção de néon. A explosão de algumas estrelas e a formação de outras leva à libertação de grandes quantidades de gás fazendo o néon espalhar-se pelas nebulosas.

Este gás foi descoberto em 1898 por dois químicos ingleses, William Ramsey e Morris Travers. Isto aconteceu quando Ramsey decidiu refrigerar uma amostra de ar até ao estado líquido, fervendo-a logo de seguida. Daí resultaram três tipos de gás: crípton, xénon e outro de cor vermelha a que chamou néon.

Georges Claude, que tinha fornecido o oxigénio líquido a Ramsey, ficou fascinado e passou a interessar-se pelo assunto dos gases inertes. A partir de 1902, através da sua empresa Air Liquide, que vivia do comércio de ar liquefeito, começou a armazenar quantidades crescentes de gás néon que conseguia obter facilmente por ser um subproduto da produção do seu negócio.

Em 1910 descobriu que quando uma corrente eléctrica atravessava um tubo com gás néon era produzida uma luz brilhante vermelho-alaranjada. Chegado o último mês desse mesmo ano, Claude fez uma demonstração.

Escultura feita com luzes néon

Criou posteriormente a lâmpada de néon. Seguiu-se o seu aperfeiçoamento com produção de tubos de diversos tamanhos e a possibilidade de dobragem dos tubos, que era feita a quente. Uma vez definida a forma, eram soldados eléctrodos em cada extremidade do tubo. Passada esta fase os tubos são ligados a uma bomba de vácuo eliminando o ar do interior. Através dos eléctrodos, é descarregada uma carga eléctrica no interior, assegurando a perfeita limpeza do vidro no vácuo. A partir daqui o tubo é enchido com o gás que pode ser néon, árgon ou mesmo uma mistura.

As luzes de néon vieram revolucionar o sistema luminoso tendo particular incidência no aspecto publicitário, com bastante relevo nas zonas comerciais proporcionando efeitos visuais apelativos pela intensidade de luz e variedade de cores.

Curiosidades:

– A tensão eléctrica a que o gás néon começa a brilhar depende do desenho do tubo onde ele se encontra.

– A cidade americana de Las Vegas pode ser considerada a “capital” mundial das luzes néon.