origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

O velcro é uma linha de produtos de alta qualidade para aderência rápida e segura.

O seu inventor foi um engenheiro suíço chamado George de Mestral. A ideia surgiu-lhe em 1941 quando, após uma viagem de caça, estava a remover as sementes de Bardana da roupa. Curioso em descobrir como é que essas sementes se conseguiam agarrar tão firmemente à sua roupa, resolveu estudá-las ao microscópio e constatou a existência de filamentos entrelaçados que terminavam em pequenos ganchos.

Percebendo o potencial da adaptação daquela característica natural à vida humana quotidiana, demorou 10 anos até conseguir desenvolver um processo que funcionasse da mesma forma àquele que tinha verificado nas sementes. Concebeu duas partes que se complementavam:  A primeira parte é composta por pequenos pinos, enquanto a segunda tem minúsculos laços. Quando se juntam formam uma zona bastante aderente e adesiva.

Ciente do que havia inventado, Mestral submeteu uma patente da sua descoberta, em 1951, que lhe foi concedida quatro anos depois.

George de Mestral

Mal obteve a patente decidiu passar à comercialização e criou a sua companhia Velcro SA. Decidiu-se por esse nome por inspiração em duas palavras francesas: velours (que significa veludo) e crochet (que significa gancho).

Após a criação da sua empresa, abriu lojas em diferentes países, incluindo Canadá, Holanda, Bélgica, Alemanha, Grã-Bretanha e Itália. Em 1957 abriu o centro têxtil de Manchester em New Hampshire e foi aí que o seu produto começou a ganhar popularidade.

Uma das vantagens do uso do velcro é o livre manuseamento. Outro benefício é a produção de um ruído lacrimejante, muito útil contra ladrões.

O produto tornou-se mais famoso quando foi utilizado no desenvolvimento de trajes espaciais pela indústria aeroespacial. Mais tarde foi usado em engrenagens marinhas, bem como em equipamentos de mergulho.

A indústria automobilística usa-o para segurar micros, bem como os tapetes no chão nos carros. O produto é muito utilizado pelo exército dos Estados Unidos para prender as insígnias, medalhas, identificações e sacos de uniformes de combate.

Finalmente, a NASA usa-o para evitar a flutuação de equipamentos portáteis nos veículos espaciais atingem áreas da órbita sem gravidade (prova disso é uma cena no filme Apollo 13, com Tom Hanks, em que um bocado de velcro aparece no painel da nave).

Hoje em dia outras empresas nacionais e estrangeiras fabricam o mesmo material, mas o original é importado exclusivamente da matriz da Velcro Inc., em New Hampshire, nos Estados Unidos.

Categoria(s): Materiais