origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

Tal como outras coisas criadas pelo homem, o elevador começou de forma simples, inicialmente nada mais sendo que uma plataforma puxada pela força do homem e dos animais. Sabe-se que os Egípcios já utilizavam métodos elevatórios para tirarem água do Nilo em 1500 a.C., através da força de animais.

O arquitecto romano Vitruvius, que viveu no século I a.C., descrevia um princípio de utilização de uma plataforma suspensa para transportar pessoas e materiais pesados dentro de uma cabina vertical. A forma de funcionamento era também descrita e residia no uso de um contrapeso, que subia e descia passando por uma roldana. O movimento de subida e descida era controlado por homens que manobravam uma manivela situada do lado de fora da plataforma.

Os historiadores acreditam que este tipo de elevadores possam ter sido utilizados nas casas das elites romanas, onde seriam operados por escravos.

O primeiro elevador conhecido foi o que o rei Luís XV mandou instalar, em 1743, no Palácio de Versalhes, que foi construído com a finalidade de ligar os seus aposentos aos da sua amante, Madame de Châteauroux, que se situavam no andar inferior.

Com o advento da revolução industrial, tentou-se utilizar um motor a vapor para mover o elevador, que era montado no tecto e basicamente enrolava e desenrolava um cabo à volta de um cilindro. Mas os elevadores continuavam a ser evitados pelas pessoas comuns que os consideravam perigosos devido a balancearem muito e poderem partir os cabos de sustentação.

Foi só no ano de 1854 que um americano, Elisha Graves Otis, inventou o primeiro sistema de segurança. Criou um trilho para a passagem do cabo, resolvendo assim o problema de oscilação e nesse mesmo trilho aplicou um sistema de “garras” que servia para travar o elevador na eventualidade do cabo se partir. Esta inovação permitiu a utilização do elevador em segurança por pessoas. No seguimento da sua invenção Elisha Otis foi convidado em 1857 para inaugurar o primeiro elevador de passageiros num edifício de cinco andares de lojas.

Hoje, Elisha Graves Otis é reconhecido como o homem que inventou o elevador, pois foi graças às suas extraordinárias inovações, para o adequar ao uso humano, que todos nós podemos ser transportados dentro de arranha-céus com mais de cem andares, de uma forma segura.

Elisha Graves Otis

A evolução dos elevadores não parou desde então. Em 1846 Sir William Armstrong inventou o guindaste hidráulico alimentado abrindo assim o caminho aos elevadores hidráulicos, substituindo a alimentação a vapor.

Em 1880 Werner Von Siemens da Alemanha inventou o elevador eléctrico, sendo actualmente o sistema mais usado.

Apenas como comparação na sua evolução, os primeiros elevadores movidos a vapor eram muito lentos, em média demoravam cerca de 120 segundos para chegarem ao oitavo andar de um prédio. Actualmente os elevadores mais rápidos, normalmente instalados nos maiores arranha-céus, conseguem atingir a velocidade de 550 mt/min, o que significa que são cerca de 45 vezes mais rápidos que os seus antecessores a vapor.

Categoria(s): Tecnologia