origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

Encontrado em diferentes tipos de roupa como jeans, calções e casacos, o zíper tem um papel muito importante na industria de roupa, apesar de sua aparência simples. Usado para unir as bordas de tecido por algum tempo, pode também ser encontrado em sacos, com bens e muitos outros objectos neles inseridos. O fecho de zíper pode ser de diferentes tipos mas sempre composto por elementos simples, altamente eficientes. Vamos então debruçar-nos sobre outras informações sobre este produto, incluindo a sua origem.

Whitcomb L. Judson, um inventor nascido nos Estados Unidos, iniciou em 1890 uma série de experiências que iriam resultar na criação do fecho-locker, um sistema de fecho parecido com o fecho de zíper actual. Em 7 de Novembro de 1891 foi-lhe concedida uma patente para a sua criação.

Anos depois, mais precisamente em 1914, o engenheiro sueco Gideon Sundbäck tinha acabado de inventar o “Hookless Fastener No. 2”, que era em todos os aspectos uma versão com o mesmo conceito do zíper dos nossos dias.  Se Judson tinha abordado o zíper utilizando o conceito e modelo de “gancho e olho”, já Sundbäck resolveu utilizar o conceito de dentes convergentes, que se revelou um sistema muito melhor que o anterior e que se manteve até hoje.

A patente de 1914 do Hookless Fastener No.2

No entanto, mesmo antes destas duas importantes invenções, algumas pessoas já tinham tido ideias relativamente semelhantes, mas com resultados diferentes. Algures em 1851, Elias Howe conseguiu uma patente nos Estados Unidos para seu dispositivo chamado “fecho automático e contínuo de vestuário”. Em termos de função também era bastante parecido com o zíper actual mas não tinha nenhum controlador deslizante.

A finalidade do fecho de zíper é utilizada em diversas vertentes. Nas calças pode aumentar o tamanho das aberturas para que as coisas passem através delas. Nas saias, vestidos ou casacos, pode separar os dois lados ou extremidades.

Também existem algumas variações de tipo nos fechos de zíper. O zíper de bobina, um produto que é amplamente vendido no mundo, o zíper fechado, aberto, bem como o de plástico moldado. Além disso, também se podem encontrar zíper’s metálicos nos jeans e zíper’s invisíveis em vestidos e saias.

Se se olhar para um zíper, podem-se encontrar diferentes componentes. Cada zíper é composto por peças básicas, tais como um controle deslizante, um bloqueio superior e uma extensão de fita superior. Para além disso, existem também uma fita e uma guia puxadora. Também se pode encontrar uma zona de reforço, caixa de retentor, pino de inserção, fita simples, extensão de fita inferior e bloqueio inferior.

O zíper foi usado na moda pela primeira vez no início da década de 30, pela estilista italiana Elsa Schiaparelli.

Em Portugal o zíper é conhecido como “fecho éclair”, nome que teve origem no francês “fermeture Éclair”. A palavra Eclair refere-se ao nome da sociedade Éclair Prestil SN que detém o registo da marca desde a sua fundação, em 1946.