origem das coisas
A Origem das Coisas

Quando, Onde, Como, Por Quem…

 
   

Poucos devem saber mas o bingo teve a sua origem na classe política italiana.

Por alturas da Idade Média, na cidade de Génova, existia o costume de se substituirem periódicamente os membros da Câmara e do Senado locais, algo que não se verificava em mais nenhum lugar da Itália.

Para se evitar acusações de favorecimentos ou de preferências, essa substituição era feita através de sorteio. Pegavam em bolas onde punham o nome dos elementos a serem sorteados e metiam essas bolas numa urna opaca.

Com base nessa tradição, em 1530 nasceu em Itália uma espécie de lotaria realizada exclusivamente aos sábados, chamada “ Lo Giuoco del Lotto D’Itália” e que foi muito popular nesse país durante essa década.

Sendo um jogo baseado muito mais na sorte do que na habilidade do jogador, a sua popularidade atravessou fronteiras e chegou a França no final da década de 1770. Aí passou a ser chamado como “Le Lotto” e era jogado essencialmente pelos franceses ricos.

Sabe-se que no século XIX uma versão ligeiramente diferente foi usada  na Alemanha para ajudar os alunos a aprender ortografia, matemática e história, mas desapareceu de uso.

Um feirante que estava em tournée na Alemanha achou o jogo interessante e quando voltou aos Estados Unidos explorou o potencial do jogo, fazendo-lhe algumas alterações, e passou a usa-lo como novidade nas feiras onde participava. Estávamos em 1929 e o jogo chamava-se “Beano”. As ferramentas do jogo consistiam em feijões secos, um carimbo de borracha com números e alguns cartões e os jogadores tinham de exclamar bem alto “Beano!” quando completavam uma linha dos seus cartões.

Beano - Cartões de jogo

Por essa altura, um vendedor de brinquedos de Nova Iorque chamado Edwin S. Lowe visitou uma feira em Jacksonville, na Geórgia, onde viu pela primeira vez o jogo a ser jogado.

O jogo era realizado numa barraca, onde à sua volta a curiosidade e animação eram imensas e atraía tanta gente que o encarregado tinha muita dificuldade em terminar o jogo. Isto foi evidente quando ele fez tentativas para acabar o jogo com pessoas a queixarem-se de não terem tido uma hipótese no jogo. O próprio Lowe não conseguiu sequer jogar por causa da multidão que rodeava a barraca.

Apesar de não ter jogado, permaneceu tempo suficiente no local para perceber o modo de jogo e então, após voltar a  Nova Iorque, decidiu mostrar o jogo aos amigos. Apercebeu-se de imediato que o jogo despertava neles o mesmo tipo de emoção e entusiasmo a que havia assistido na feira em Jacksonville.

Foi durante um desses jogos com os amigos que alguém, com muita vontade de vencer, erradamente gritou “Bingo!” em vez de “Beano!” e a risota foi tanta que o nome “Bingo” acabou por ser adoptado.

Fascinado com o potencial deste novo jogo, Edwin Lowe contratou e trabalhou com um matemático chamado Carl Leffler para aumentar o número de combinações nos cartões. Leffler inventou pelo menos 6.000 cartões de bingo diferentes.

Inicialmente o Bingo foi essencialmente usado como forma de se arrecadar fundos para obras de caridade e foi através desta primeira abordagem que o jogo se tornou muito mais popular, ao ponto de se estimar que até 1934 eram efectuados cerca de 10.000 jogos semanais nos Estados Unidos.

Foi só no século XX que o Bingo foi considerado legal e desde essa altura que é um dos jogos mais populares em todo o mundo. Os prémios vão desde brinquedos, a milhões em dinheiro embora em alguns países e estados seja obrigatório doar o lucro obtido a instituições de caridade para ser mantida a legalidade do jogo.

Hoje em dia a indústria do Bingo dá emprego a dezenas de milhares de pessoas em todo o mundo, desde pessoas que trabalham nas salas de jogo, às fabricas que produzem os equipamentos, às gráficas que imprimem os cartões de jogo e ainda as empresas que prestam serviços para os bingos.

One Response so far.

  1. Joao paulo diz:

    Muito bom